quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Para o meu eterno namorado:





Não sei se o mundo mudou só por te ter,
talvez seja a noite o sol que se acendeu aqui,
contigo aprendi a ver mais alto a ser maior,
descobrimos tudo o que o amor guardou.

Só tu consegues ter o meu olhar,
escrito nos sonhos abraçado ao mar,
rasgar no vento que é meu,
a saltar o céu e no céu sonhar.
Só tu desenhas o meu coração,
esquecendo o medo espalhado no chão,
inventas no céu a cor para esse amor que pintaste........

Não sei se tudo o que sou é por ti,
talvez tenhas feito em mim o que ninguem mais fez,
contigo cresci acordei estrelas pr'á do calor,
descobrimos como adormecer a dor.

Só tu consegues ter o meu olhar,
escrito nos sonhos abraçado ao mar,
rasgar no vento que é meu,
a saltar o céu e no céu sonhar.
Só tu desenhas o meu coração,
esquecendo o medo espalhado no chão,
inventas no céu a cor para esse amor que pintaste........

Abre as mãos e tudo o que cai
São histórias e vidas que fomos,
Abre os braços e tudo o que sai
É que és tudo o que sempre quis.

Amo-te....

1 comentário:

Lena disse...

Bem depois desse declaração....
Espero que a Festa tenha sido de arromba!!!!
E sem "macaquinhos no sotão"!!!


Beijinhos
Dos namorados...
Z e L